For Why logo

Como responder ao famoso 'estou só olhando' do cliente
Dicas para lojistas

Como responder ao famoso 'estou só olhando' do cliente

Quantas vezes essa cena se repetiu em shoppings mundo afora? Após o vendendor de uma loja perguntar se precisamos de ajuda, respondemos: "Obrigada, mas estou só olhando". Na maioria das vezes, o que acontece é que o cliente dá uma olhada em alguns produtos e sai da loja de mãos vazias. Mais uma venda foi perdida. 
Os especialisas concordam que isso acontece muitas vezes porque o estabelecimentos ou o profissional de vendas adotam um comportamento que vai de acordo com o processo de decisão do cliente - e isso pode afetar suas compras posteriores. Muitas vezes, o cliente acaba comprando por pressão do vendedor e depois se arrepende. 
Por isso, é necessário fazer um treinamento com os vendedores para que eles saibam exatamente como responder de forma a não perder o cliente. Veja abaixo algumas abordagens possíveis:
 
 
1. “Fique à vontade. Qualquer coisa estou à disposição!”
 
 
Como você reagiria se, segundos após colocar o pé dentro de uma loja, um vendedor viesse em sua direção e perguntasse se você precisa de algo? 
Os consumidores que ainda estão indecisos em sua compra veem essa atitude como algo agressivo – e tendem a sair da loja de mãos abanando.
O vendedor ideal deveria, neste caso, apresentar-se, falar para o cliente ficar à vontade e se dispor a esclarecer futuras dúvidas. Essa é uma abordagem mais aberta, que deixa o consumidor menos pressionado.
 
 
2. “O que esse produto realmente tem de diferente…”
 
 
Novamente, é preciso que o vendedor ideal foque nos detalhes. Caso seu cliente parece certo do que procura, diferente do primeiro caso, é possível já pular para o segundo passo certo da venda: a apresentação do seu produto ou serviço.Antes disso, porém, pense um pouco em sua própria experiência de vida: você já adquiriu um produto por conta do discurso inflado de um vendedor? Provavelmente, você ficou irritado e nunca mais voltou àquela loja. É por isso que o profissional de vendas precisa, antes de tudo, saber pensar menos nele e mais no cliente.
Nessa hora, é preciso ser honesto com o consumidor e analisar se o oferecido se encaixa ou não no que ele deseja. Por isso, o vendedor deve ser o mais honesto possível e saber informar tudo de forma correta.
 
 
3. “Não temos exatamente o que você procura, mas…”
 
 
Você já foi honesto sobre os diferenciais do seu produto e aquilo não era muito bem o que o consumidor estava realmente procurando. Mesmo assim, ainda é possível virar o jogo a seu favor e não deixá-lo “apenas olhando” os produtos e serviços da sua loja.
Uma alternativa é, por exemplo, sugerir itens relacionados com os interesses e necessidades do seu cliente. Lembre-se: não é mentir, e sim se conectar aquilo que o consumidor realmente quer com a qualidade percebida do seu produto ou serviço.
Por exemplo: se ele quer uma roupa sofisticada, por que não oferecer alguma modelagem que não é exatamente do jeito que ele procurava, mas que também está de acordo com a necessidade de ser sofisticado? Ou, então, uma peça que possa complementar o visual que ele tem em mente? É importante deixar claro ao cliente que o vendedor está atento ao que ele precisa e criar uma conexão.
 
 
Dica final: estimule seus funcionários a buscarem técnicas de especialistas em vendas. Hoje existem diversos canais no Youtube com vídeos e dicas que podem ajudar muito para que sua equipe traga novas abordagens e venda cada vez mais. Acesse o link e veja o canal de vendas: https://www.youtube.com/channel/UC7vIOWvsGpl5YXZ13mvaZDQ 
 
 
 
Texto por Vanessa Kopersz 

Talvez você também goste