For Why logo

5 ideias para usar saia midi no inverno
Moda

5 ideias para usar saia midi no inverno

Há peças que trazem (muita) feminilidade ao look, mas que infelizmente criamos em nossas cabeças a ideia de que são feitas apenas para determinadas épocas do ano. A saia midi se encaixa nessa modalidade.

Marcando presença forte nas produções do street style e nas redes sociais nos últimos anos, o modelo não se restringe apenas ao verão e a primavera, e podemos provar isso com 5 ideias para usar saia midi no inverno!

 

 

(Foto Pinterest/Reprodução)

 

 

Uma dica para apostar na peça e não sentir frio na canela (que sempre fica exposta devido ao comprimento da saia) é apostar no mix bota over the knee + saia midi. Você pode usá-las na mesma cartela de cores e texturas ou misturar textura/cores: couro + camurça; veludo + couro; etc.

 

 

(Foto Pinterest/Reprodução)

 

 

Peça chave do inverno, o trench coat fica lindo quando usado com saia midi. Nossa dica para se proteger do frio de um jeito fashionista: aposte em saias plissadas com cores fortes, como o verde, para trazer cor aos dias mais cinzas.

 

 

(Foto Pinterest/Reprodução)

 

 

Sobreposições são apostas certeiras em qualquer estação: no verão, aposte em t-shirts + vestidos; já no inverno aposte em sobreposições de camisas com tricôs + saia midi – um office look certeiro e prático. Para trazer personalidade a produção, invista em sapatos mais pesados, como coturnos.

 

 

(Foto Pinterest/Reprodução)

 

 

Para um look com dose extra de feminilidade, aposte em saias (super) plissadas. Nossa dica: o maxi tricô é uma opção fashionista para usar com o modelo. Complemente o visual com sapatos e acessórios que encaixem no seu estilo pessoal.

 

 

(Foto Pinterest/Reprodução)

 

 

Olivia Palermo é rainha dos looks de inverno com saia midi, fato. Por isso, não poderia ficar de fora da nossa lista de inspirações! Faça como a it-girl e aposte em casacos mais pesados combinados com peças mais fluídas. Para arrematar a produção, aposte em botas e acessórios – como cintos.

 

 

Texto por Gabriela Cesario

Talvez você também goste